4 clássicos da literatura para crianças - Uma pesquisa realizada pelo IBOPE, encomendada pelo Instituto Pró-Livro e divulgada em 2016, mostrou que 56% dos brasileiros dizem ler com frequência...

  • 4 clássicos da literatura para crianças - Uma pesquisa realizada pelo IBOPE, encomendada pelo Instituto Pró-Livro e divulgada em 2016, mostrou que 56% dos brasileiros dizem ler com frequência...

    Uma pesquisa realizada pelo IBOPE, encomendada pelo
    Instituto Pró-Livro e divulgada em 2016, mostrou que 56% dos brasileiros
    dizem ler com frequência (pelo menos 1 livro em partes ou inteiro nos
    últimos três meses), um número recorde no país. Segundo a mesma pesquisa, o
    brasileiro lê 4,96 livros por ano, do total 2,43 foram terminados e 2,53
    foram lidos apenas em partes. Para Ana Regina Caminha Braga, psicopedagoga e
    especialista em educação especial e em gestão escolar, os números tendem a
    ser ainda mais positivos com o inventivo a leitura desde a infância.


    De acordo com a especialista, a leitura traz benefícios importantes para o
    aprendizado e desenvolvimento dos pequenos. “Ler e incentivá-los a ler é
    muito benéfico. Com a leitura as crianças não só aprendem coisas novas, como
    aprendem a escrever melhor, ampliam seu vocabulário e, é claro, melhoram seu
    desempenho escolar”, comenta. Não sabe por onde começar essa aventura com os
    seus filhos? A especialista separou quatro clássicos que vão tem ajudar
    nesta tarefa.


    Fábulas de Monteiro Lobato – É um livro de 1922, que traz as mais variadas
    histórias, que, além de divertir, sempre tem uma lição moral para as
    crianças. Monteiro Lobato usa os bichos como personagens que falam, pensam e
    interagem com o homem. São contos que unem o lúdico e trazem lições
    importantes sobre a vida e nosso cotidiano.

    Menino Maluquinho – Clássico lançado em 1980 por Ziraldo, é uma referência
    mundial da literatura infantil. Versos e desenhos contam as aventuras e
    traquinagens de um menino e sua turma. Ele é quem alegra todas as casas, o
    menino que todos sonhamos ter sido.  É a aventura contagiante de uma menino
    feliz.

    Meu Pé de Laranja Lima – Lançado em 1968 e escrito por José Mauro de
    Vasconcelos, foi traduzido para mais de 52 línguas e publicado em 19 países,
    além de adaptado para o cinema, a televisão e o rádio. O livro conta a
    história de Zezé, um menino de cinco anos de uma família pobre e numerosa,
    criativo e extrovertido, sua amizade com Portuga e sua relação com um pé de
    laranja lima.

    Pequeno Príncipe – É um clássico francês do escritor Antonie de
    Saint-Exurpéry, um dos livro mais com mais traduções no mundo, 220 idiomas e
    dialetos. Um piloto cai com seu avião no deserto e ali encontra uma criança
    loura e frágil. Ela diz ter vindo de um pequeno planeta distante. E ali, na
    convivência com o piloto perdido, os dois repensam os seus valores e
    encontram o sentido da vida.

    A psicopedagoga lembra ainda, que mesmo depois que a criança já tiver
    adquirido esse hábito da leitura, é bom que os pais e professores continuem
    a incentivá-la. “Ler para a criança desde os primeiros anos de vida é algo
    muito importante, e continuar incentivando esse hábito durante seu
    crescimento trará inúmeros benefícios para seu aprendizado e desenvolvimento
    como ser humano”, completa Ana Regina.

Imagens relacionadas