Thumbnail 2
Thumbnail 2
previous arrow
next arrow
Radio Portal Inconfidentes

A Catedral da Sé Mariana Minas Gerais…

A Catedral da Sé é um dos mais importantes templos setecentistas de Minas Gerais. Guarda admiráveis retábulos do barroco nos estilos Nacional Português e Joanino, uma tela do Mestre Ataíde, o mais belo tapa vento de Minas e uma das mais preciosas peças do século 18 – o órgão Arp Schnitger, presente do monarca D. João V. Visitar a Catedral da Mariana é uma boa oportunidade para conhecer e aprender sobre a arte colonial mineira.

Histórico
A construção primitiva da Catedral teve início, provavelmente, na primeira década do século 18 pelo capitão português Antônio Pereira Machado. Na vila, já existia a Capela de Nossa Senhora do Carmo, mas, a capela em homenagem a Nossa Senhora da Conceição, por ser mais frequentada devido a comodidade dos fiéis, acabou sendo escolhida para abrigar a Matriz. Em 1734, teve inicio a construção da grande matriz com orago a Nossa Senhora da Assunção. O arrematante foi o mestre pedreiro. Antônio Coelho da Fonseca. Quatorze anos depois, a fachada e as torres ainda não estavam concluídas. 

Com a elevação da vila à cidade e à sede de bispado, em 1745 a matriz teve que sofrer adaptações para a nova função. Entre 1763 e 1781 trabalhos ainda estavam sendo realizados por José Pereira Arouca.


Devido a “graves problemas”, segundo documentos da época, o frontispício e as paredes externas foram reconstruídas a partir de 1798 dentro do sistema de alvenaria e pedra, e não em taipa e madeira, sistema adotado desde o início para toda a obra. O projeto arquitetônico não sofreu alterações. 

Em 1930, a chão em campas passou a ser de ladrilhos. O Instituto do Patrimônio Histórico Artístico Nacional – IPHAN realizou obras de conservação e reforma no ano de 1937. Na década de 50, foram iniciadas as grandes obras de restauração. Na década de 80, a Catedral passou por diversas obras de restauração realizadas pelo IPHAN. Foram realizadas a estabilização do engradamento da capela-mor, a consolidação do arco-cruzeiro e das torres, a revisão das instalações elétricas, a recuperação do investimento dos pilares da nave e a pinturinterna.

Publicado em: 15/04/21 2.510 views


Escreva sua resposta

Seu e-mail não será publicado.

*
*

Card image